terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Aquele menino

Ilustração de Romont Willy


Aquele menino

Conheci um menino há algum tempo, não sei quanto...
Trazia no rosto o movimento e a expressão do sorriso mais puro que já vi.

Aquele menino tinha o sorriso na face interna de seu pensamento.
Quando sorria, podia se ver o pensamento voando, fazendo loucuras, borboleteando...

Tão inesperado e tão contagiante.
Tão substancial e tão essencial.
Pura essência de criatura que não se explica.
Quem ousaria duvidar o que aquele menino podia fazer?

Aquel niño

Conocí un niño hace algún tiempo, no sé cuánto...
Traía en el rostro el movimiento y la expresión de la sonrisa más pura que ya vi.
Aquel niño tenía la sonrisa en la parte interna de su pensamiento.
Cuando sonreía, se podía ver el pensamiento volando, haciendo locuras, mariposeando...
Tan inesperado y tan contagiante.
Tan substancial y tan esencial.
Pura esencia de criatura que no se explica.
¿Quién osaría dudar de lo que aquel niño podía hacer?

6 comentários :

  1. Uma bela parceria que tem tudo pra dar certo. E vai dar, confie! Adoro tudo o que escreve!! você tem talento de sobra, menina!

    ResponderExcluir
  2. Eu conheço esse menino.

    ResponderExcluir
  3. Que lindo !
    E que linda a ilustração, seu marido é um artista, e juntou com outra artista, que tem mãos mágicas, pronto ta completado o conto de fadas, agora só falta o rebento vir a soma de vcs dois, pronto, final feliz para essa família linda bjs e um abraço p sua mãe, mãe é uma coisa tão divina que agente não explica, apenas sente o amor ....
    bjssssssss
    amigaaaaaaaaaa
    te adoro
    Dri :)

    ResponderExcluir
  4. Ô delícia de comentário fofo, Dri!
    Que amor, que lindo, que mega fofura! Obrigada, menina!
    Emocionei com as palavras!

    Beijocas.
    Pode deixar que eu vou dar o abraço a minha mamãe!
    Beijocas e muuuuuuito obrigada pela linda visita!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem-vindo! \0/
Obrigada pela visita!